O Silêncio das Horas

Sinopse: 
A um passo da morte, no meio do silêncio, uma amante expõe a sua mágoa. Ele – cujo nome não é mencionado mas cuja presença está sempre presente – nunca deixou a ‘Outra’, a mulher, por ela, a amante. A amante, mesmo assim, nunca deixou de o amar… doentia e insanamente. Fruto desse triângulo de (des)amores, quem era para ter nascido não nasceu e quem não era para ter nascido, nasceu. Uma história de histórias, de quando a loucura penetra no amor e ambos se confundem numa explosão de consequências imprevisíveis. O telefone que tocava sempre às 4 em ponto deixou de tocar. Ela continua à espera dele… Será que ele vai voltar?

Produção:
Grupo de Teatro Renascer

Texto:
Rui Nunes, Vera Gomes

Encenação:
Vera Gomes

Assistente de Encenação:
João Gomes

Sonoplastia:
Samuel Marinheiro

Jogo de Luz:
António Oliveira

Assistência Técnica:
Hugo Vieira

Assistência de Palco:
Manuel Gomes, Rosa Ribeiro

Caracterização:
Jéssica Beatriz Pereira